FATURAMENTO DAS EMPRESAS TURÍSTICAS CRESCE 66%

29_06_16_agenciadeviagem-300x170O terceiro trimestre de 2016 marcou uma retomada consistente no faturamento das empresas turísticas. De agosto a outubro, 66% delas registraram crescimento no comparativo com o segundo trimestre. Entre os entrevistados pela pesquisa encomendada pelo Ministério do Turismo, 61% afirmaram que irão investir no último trimestre do ano e 64% acreditam que o faturamento será maior que o mesmo período de 2015.O estudo apura o posicionamento dos responsáveis por negócios no transporte aéreo, parques e atrações turísticas, turismo receptivo, agências e operadoras de viagem, organizadoras de eventos e meios de hospedagem. Dos sete segmentos pesquisados, cinco manifestaram perspectiva de aquecimento dos negócios no último trimestre do ano. Destaque para transporte aéreo, onde 100% dos entrevistados afirmaram acreditar no aumento do faturamento. Entre parques e atrações turísticas o índice foi de 67% e no turismo receptivo foi de 25%.
“São dados econômicos que indicam uma retomada do setor de viagens, mas ainda temos muito a avançar. Reconhecemos que o ambiente de negócios do Brasil precisa ser mais amigável ao investidor e estamos trabalhando nesta direção”, afirmou o ministro do Turismo, Marx Beltrão. O Ministério do Turismo defende a criação de Áreas Especiais de Interesse Turístico com licenciamento diferenciado e crédito facilitado em regiões específicas do Brasil. De acordo com o ministro, “o país precisa criar facilidades tanto para os investidores quanto para os turistas”.

A pesquisa foi realizada pelo Ministério do Turismo, por meio da Fundação Getúlio Vargas, com 927 empresas, que empregam mais de 77 mil pessoas e faturaram R$ 8,8 bilhões no terceiro trimestre de 2016. O levantamento apresenta os cenários macroeconômico mundial e contexto e perspectivas do Brasil, bem como aponta fatores que impactam no setor de viagens.